ezgif.com-gif-maker.gif
 
logo.jpg gif_cabecalho.gif
I9 Informática..jpg
picasion.com_51650377fc8aaba41ddd02d2f011f399.gif
material realeza1.jpg

Solução Auto Peças.gif

MINHA CASA MINHA VIDA - Cadastro terá início em outubro com famílias de baixa renda.
Por Jacqueline Dutra de Carvalho em 01/10/14 - 10h36

A Secretaria Municipal do Trabalho e Desenvolvimento Social iniciará em outubro o cadastro das famílias de baixa renda para a segunda etapa do Programa do Governo Federal "Minha Casa, Minha Vida". Os últimos detalhes foram acertados pela Comissão de Avaliação, nomeada por meio da Portaria Municipal n° 94/2013, que realizou várias reuniões técnicas para definir critérios de seleção de beneficiários para o Programa Minha Casa, Minha Vida, conforme exigência do Ministério das Cidades.

Cadastro terá início em outubro com famílias de baixa renda.

O município de Manhuaçu foi contemplado com 288 apartamentos na primeira etapa e, graças ao esforço do Executivo Municipal foi possível pleitear a construção de mais 240 apartamentos, na segunda etapa do programa. Para garantir que todas as pessoas necessitadas e que lutam por  habitação tenham oportunidade, a Comissão de Avaliação definiu que, no período de 6 a 31 de outubro realiza o cadastro, para que seja feito todo o procedimento de confirmação das informações repassadas pelos beneficiários.

 

CRITÉRIOS

De acordo com as exigências do Ministério das Cidades, somente poderá participar do processo de inscrição, famílias residentes em áreas de risco ou insalubres ou, que tenham sido desabrigadas, famílias com mulheres responsáveis pela unidade familiar e famílias de que façam parte pessoas com deficiência.

Já os critérios municipais, definidos  pela Comissão de Avaliação, ressalva que o cadastramento será permitido às famílias com, no mínimo cinco anos de residência fixa na sede do município, devidamente comprovados. Será exigida a apresentação de recibo ou contrato de aluguel, cadastro no ESF ou no Programa Bolsa  Família, Cadastro Único, matrícula escolar ou outro documento comprobatório de residência, a ser analisado e validado pela Comissão de Avaliação.

Comissão de Avaliação teve todo o cuidado, para analisar todos os detalhes exigidos pelo Ministério das Cidades. 

Também a composição familiar de, no mínimo, duas pessoas ou uma pessoa, no caso de idosos com mais de 60 anos e, que deva comprovar que reside na sede do município, salvo nos casos de residentes em área de risco nos distritos, devidamente identificados pela Defesa Civil, de acordo com a Lei Municipal 3.080/2011.

Segundo os integrantes da Comissão de Avaliação, formada por representantes da Secretaria Municipal de Assistência Social, Coamma, Poder judiciário, Caixa Econômica Federal e Defesa Civil, os beneficiários cadastrados na primeira etapa receberão a visita de uma equipe da Secretaria Municipal do Trabalho e Desenvolvimento Social, para a confirmação de dados.

O período de inscrição é considerável e, portanto, não há a necessidade das pessoas irem para a fila durante a madrugada. É necessário que as pessoas levem os documentos originais e xerox. Para maiores informações, os interessados devem procurar o CRAS, que funciona junto à Secretaria Municipal do Trabalho e do Desenvolvimento Social.

 

Secretaria de Comunicação Social de Manhuaçu

 

 

Compartilhar:

Secretaria de Comunicação Social de Manhuaçu
Postado em: Economia

Veja mais em...
 
Gif-para-test.gif
16142757_1702623726694879_6512629570592083712_n.jpg
ezgif.com-gif-maker (1).gif
©2009 - 2017 Portal Vilanova - Todos os direitos reservados. MarceloDSN