ezgif.com-gif-maker.gif
 
logo.jpg gif_cabecalho.gif
I9 Informática..jpg
picasion.com_51650377fc8aaba41ddd02d2f011f399.gif
material realeza1.jpg
AFI PARK.jpg

Solução Auto Peças.gif

PAA - MANHUAÇU - Projeto deve ampliar Banco de Alimentos.
Por Jacqueline Dutra de Carvalho em 18/05/16 - 20h27

A Prefeitura de Manhuaçu, por meio da Secretaria de Agricultura, prepara a implementação de um Banco de Alimentos no município para centralizar as ações do PAA – Programa de Aquisição de Alimentos – e ampliar a distribuição dos produtos, beneficiando famílias e as entidades.

O projeto de Lei criando o Banco de Alimentos, que foi elaborado pelo setor jurídico da prefeitura por solicitação da Secretaria de Agricultura e encaminhado à Câmara de Vereadores para apreciação e votação, foi aprovado no final do mês de abril.

 

O secretário de Agricultura, Sandro Tavares e a extensionista da EMATER, Sirlei Sanfelice, foram conhecer o funcionamento do Banco de Alimentos de Caratinga.

 

Com a aprovação do projeto, a próxima etapa é a nomeação de um responsável legal pelo banco e a definição de um local, uma estrutura física, para recebimento, pesagem, estocagem e transporte dos produtos para as entidades beneficiadas.

Na última semana, o secretário de Agricultura, Sandro Tavares, e a extensionista da EMATER, Sirlei Sanfelice, foram a Caratinga. Objetivo da viagem foi conhecer o funcionamento do Banco de Alimentos do município, que existe há cerca de oito anos, movimentando em média 50 toneladas por semana, beneficiando agricultores e entidades.

 

A escolha de um espaço visa o recebimento, pesagem e armazenamento dos produtos do PAA para distribuição a entidades.

 

A criação de um Banco de Alimentos é a alternativa encontrada para ampliar o PAA – Programa de Aquisição de Alimentos. A proposta visa substituir o atual regime de transferência direta de alimentos da agricultura familiar aos beneficiários finais. A mudança tem como objetivo a ampliação do projeto já existente. A Companhia Nacional de Abastecimento – CONAB – hoje dá prioridade na inscrição de projetos do PAA onde os beneficiários finais recebem via Banco de Alimentos.

Segundo a extensionista Sirlei Sanfelice, a funcionalidade é receber e doar para quem realmente precisa. “Esses que são realmente necessitados são descritos na resolução da CONAB. São aqueles internos que se alimentam onde são abrigados como Asilo, DAREI e outras casas de amparo onde as pessoas são internas, não têm como sair” – destacou. Outra prioridade é o fornecimento para escolas, APAE e o outras entidades que servem a alimentação suplementar.

 

AMPLIAÇÃO DO BENEFÍCIO

Atualmente o PAA beneficia em Manhuaçu 59 famílias e, entre 150 a 200 pessoas das comunidades de Serra do Ouro, Vila de Fátima, São Geraldo (Gavião) e dos Diniz. Somente nos últimos doze meses, segundo levantamento da Secretaria de Agricultura, foram vendidos aproximadamente R$ 360 mil, equivalentes a 200 mil quilos de alimentos. “Outros dois projetos novos que já estão para ser encaminhados, totalizando R$ 150 mil, são 140 toneladas de produtos de duas associações que vão ser vinculados ao banco de alimentos” – comentou Sirlei Sanfelice.

Novas entidades podem aderir ao PAA. Na próxima segunda-feira, 16, será feita uma reunião na comunidade da Taquara Preta para explicar o funcionamento e iniciar a formação de uma nova associação. Segundo o secretário de Agricultura, Sandro Tavares, além da Taquara Preta, outras duas comunidades interessadas em aderir ao PAA são as do Barreiro e do Manhuaçuzinho.

Secretaria de Comunicação Social de Manhuaçu

Compartilhar:

Secretaria de Comunicação Social de Manhuaçu.
Postado em: Economia

Veja mais em...
 
Gif-para-test.gif
16142757_1702623726694879_6512629570592083712_n.jpg
ezgif.com-gif-maker (1).gif
24991270_10214857880982264_955541836691778850_n.jpg
©2009 - 2017 Portal Vilanova - Todos os direitos reservados. MarceloDSN